Sindicalize-se

Registro

O sindicato é o representante legal e legítimo de qualquer categoria de trabalhadores. O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Ceará – Sindjorce é o representante dos jornalistas do Ceará em qualquer instância.

É ele que defende os interesses e direitos legítimos da categoria de jornalistas. A vida sindical está intimamente ligada à vida dos profissionais do jornalismo.

O Sindjorce tem uma história de mais de meio século marcada por suas lutas em defesa da formação e da atividade profissionais, da integridade dos seus filiados, de liberdade de informação, do direito da sociedade a toda e qualquer informação de interesse social, do Estado de Direito e também da democracia.

Portanto, a sindicalização é uma atitude profissional de cada jornalista. O sindicato é a união e representa a força de uma categoria. Quanto mais unidos em torno do seu sindicato estiverem os jornalistas mais forte ele será. Maior será sua capacidade de defender seus associados.

Mas, é preciso lembrar que só poderá filiar-se ao SINDJORCE quem TIVER REGISTRO PROFISSIONAL de jornalista na DRT, conforme prevê o Capítulo III do Estatuto da entidade (Ver item 04 – Do Registro Profissional).

Não existe taxa para sindicalização e o processo leva, em média, de quinze a vinte dias.

A documentação deverá ser entregue na secretaria do Sindicato, onde serão feitos os preenchimentos das declarações, requerimentos e propostas de sindicalização (documentos cedidos pela entidade) e só então será encaminhada ao Diretor de Ação Sindical para emitir parecer e ao Presidente do SINDJORCE que fará a última verificação para, então, ser enviada à Delegacia Regional do Trabalho – DRT/CE.

Somente após a emissão do registro pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), através da DRT/CE, é que será efetivada a sindicalização.

SOLICITAÇÃO DE SINDICALIZAÇÃO

Para quem ainda não tem registro:

São necessárias 2 (duas) cópias autenticadas dos seguintes documentos:

  • CTPS (folha da foto e verso);
  • CTPS Original;
  • RG;
  • CPF;
  • Diploma do Curso de Jornalismo;
  • 2 (duas) fotos 3X4 (sendo uma para a carteira de identidade da FENAJ e outra para a ficha do associado);
  • Proposta de sindicalização cedida pela entidade devidamente preenchida e assinada, de acordo com o Capítulo III, Artigo 6° e Parágrafo 6º do Estatuto;
  • Comprovante de endereço (não precisa autenticar)
  • Atestado de bons antecedentes (uma via).

Para quem tem o registro profissional:

  • Um cópia autenticada dos seguintes documentos:
  • CPF;
  • RG;
  • Carteira de Trabalho Profissional (CTPS): foto e verso e a que contém o registro profissional;
  • Diploma;
  • Cópia de comprovante de residência (não autenticado);
  • Duas fotos 3×4.

No ato de preenchimento da proposta de sindicalização é necessário ainda, que o requerente informe seu tipo sangüíneo, o CEP residencial e o número do PIS;

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>